Foi divulgado o resultado do ENEM 2018 e o CMDPII obteve uma ótima colocação no ranking de escolas do DF. O CMDPII foi o primeiro colocado na classificação das escolas públicas do DF, ficando na 20ª colocação geral das escolas do DF (acompanhe o gráfico abaixo com o ranking das escolas). No CMDPII, as notas de Matemática e Ciências da Natureza tiverem aumentaram em comparação com os outros certames.

O Comando do CMDPII parabeniza todos os alunos e docentes pelo excelente desempenho no ENEM 2018, o esforço em conjunto dos profissionais do CMDPII, alunos, pais e responsáveis foi fundamental para conquistar esta excelente classificação.

 

            Serviço:

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), autarquia vinculada ao Ministério da Educação do Brasil, e foi criada em 1998. Ela é utilizada para avaliar a qualidade do ensino médio no país. Seu resultado serve para acesso ao ensino superior em universidades públicas brasileiras, através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), assim como em algumas universidades no exterior.

O Enem é o maior exame vestibular do Brasil e o segundo maior do mundo, atrás somente do Gāo Kǎo, o exame de admissão do ensino superior da República Popular da China.

A prova também é feita por pessoas com interesse em ganhar bolsa integral ou parcial em universidade particular através do Programa Universidade para Todos (ProUni) ou para obtenção de financiamento através do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). Entre 2009 e 2016 o exame serviu também como certificação de conclusão do ensino médio em cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), antigo supletivo, substituindo o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), que voltou a ser realizado a partir de 2017.] Em algumas universidades, substituiu o tradicional vestibular.[4]

A prova foi criada em 1998, sendo usada inicialmente para avaliar a qualidade da educação nacional. E, já na segunda edição do exame, foi utilizada como modalidade de acesso ao ensino superior.[5] Teve sua segunda versão iniciada em 2009, com aumento do número de questões e utilização da prova em substituição ao antigo vestibular. O exame é realizado anualmente e tem duração de dois dias, contém 180 questões objetivas (divididas em quatro grandes áreas) e uma questão de redação.

Fonte: Wikipédia.