Atualmente, o Colégio Militar Dom Pedro II, por meio da APAM/CMDPII, em parceria com o Centro de Capacitação Física do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CECAF/CBMDF), desenvolvem atividades de Artes Marciais nas instalações do CECAF, com a ministração de aulas de Karatê-Do, Judô, Taekwondo e Jiu-jitsu, as aulas são ministradas todos os dias em vários horários no Dojo do CECAF;

 

No CBMDF, o Karatê-Do, teve seu espaço garantido junto ao projeto de Artes Marciais CMDPII/CECAF/APAM, a cerca de 5 anos com o Professor Major BM Jacobina, já na reserva. Posteriormente, pelo professor Subtenente Dalveci, também na reserva. Atualmente, o projeto tem a frente como Professor, o Sargento Paulo Roberto e a Coordenação do Projeto de Artes Marciais é do 2º Tenente Sebastiao.

O Sargento Paulo Roberto esclarece que a atividade pode ser praticada por qualquer faixa etária. “O Karatê é uma arte marcial completa, que pode ser praticado por qualquer pessoa: crianças ou adultos, homens ou mulheres; tanto como autodefesa, como também para a manutenção da qualidade física individual, aumentando o autoconhecimento do próprio corpo, valorizando de forma significativa a autoestima, espírito de companheirismo nos treinamentos, aprimoramento do caráter, o respeito mútuo e o amor ao próximo...Iniciei como aluno do Sansei Jacobina e hoje continuo sua missão, mantendo o seu legado e proporcionando aos alunos do CMDPII,  aos bombeiros e seus dependentes a oportunidade de conhecer e praticar essa arte tão envolvente e especial. A APAM/CMDPII foi fundamental para o desenvolvimento esportivo dos nossos alunos, ajudando da melhor forma possível: com aquisição de materiais esportivos, logística em campeonatos, assim como aos alunos das outras artes marciais. Hoje, juntamente com o Professor Damasceno, o Professor e Sargento BM Jam Alves e também do Sr. Warley (pai de aluno do CMDPII) estamos desenvolvendo um trabalho inovador com nossos alunos, que é o karatê educacional, por meio da Federação de Artes Marciais Educativas do DF (FAME/DF), além é claro, da ajuda essencial do Tenente-Coronel WENDER e do Tenente-Coronel NASCIMENTO. Acreditamos muito no Karaté através do desenvolvimento dos movimentos, golpes básicos e os katas (lutas imaginárias) do Karatê, conseguimos melhorar as características físicas dos nossos alunos como: velocidade, força, flexibilidade, equilíbrio, coordenação, agilidade e noção de espaço temporal; características estas que são essenciais no desenvolvimento das crianças”, - reflete o Sargento Paulo Roberto.

É importante lembrar que o Karatê participa de uma forma global no desenvolvimento das crianças com suas características motoras e sociais, onde a disciplina, o respeito e o autocontrole são ensinados como plataforma no desenvolvimento do caráter do praticante. No CECAF, é utilizada uma metodologia direcionada para a formação da pessoa com valores morais e éticos, onde o relacionamento social é de extrema importância e que seu comportamento seja sempre adequado e responsável, tendo também características como: concentração, atenção, disciplina, respeito e principalmente alto controle sobre seus atos.

Todo esse esforço em conjunto vem tendo excelentes resultados: o professor Paulo Roberto, em 2018, trouxe 03 medalhas para o Brasil no VIII Campeonato mundial de Artes Marciais realizado pela International Martial Arts Tours (IMAT) na cidade de Buenos Aires-Argentina. Já o aluno GABRIEL SANANA, aluno do 8º ano no CMDPII, trouxe 05 medalhas do último campeonato que participou, atualmente o aluno é Octacampeão Brasiliense e nacional em sua categoria no campeonato realizado pela FAME.

 

SOBRE O KARATÊ-DO

 

O Karatê-Do é uma palavra japonesa que significa "mãos vazias". É uma arte que se utiliza de todas as partes do corpo para fins de autodefesa, porém, o maior objetivo do karatê-Do é a perfeição do caráter, através de árduo treinamento e rigorosa disciplina da mente e do corpo. Inicialmente esta arte surgiu através de métodos de combate sem armas, vindas da China e da Índia, países próximos que possuem uma cultura milenar na prática de artes marciais. No Brasil iniciou-se a prática do Karatê-Do, entre 1950 e 1957, no estado de São Paulo, com a chegada dos primeiros imigrantes Japoneses.

 

 MOTIVOS PARA PRATICAR KARATÊ

O praticante de Karatê tem uma melhor capacidade de se organizar e mediar os conflitos que surgem no decorrer de suas atividades rotineiras;

O praticante de Karatê tem uma melhor obediência e respeito às regras estabelecidas previamente;

O praticante de Karatê possui uma melhor desenvoltura em realizar movimentos mais complexos que exigem uma melhor agilidade e coordenação motora fina e ampla, melhor equilíbrio e maior segurança na execução de determinadas atividades.